quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Chico Mendes




"No começo pensei que estivesse lutando para salvar as seringueiras, depois pensei que estivesse lutando para salvar a floresta amazônica. Agora, percebo que estou lutando pela humanidade."


(Chico Mendes - 15/12/1944 - 22/12/1988)




Ilustração: Novaes

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Release dos dois projetos acreanos finalistas do Prêmio VivaLeitura


Esta é a sexta edição do Prêmio Vivaleitura, uma iniciativa dos Ministérios da Educação e da Cultura em parceria com a OEI – Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura -, com patrocínio e execução da Fundação Santillana e apoio do Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed) e da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). O prêmio reflete a importância de um melhor acesso à leitura para o desenvolvimento do Brasil. "Este ano tivemos um total de 1.865 projetos inscritos, vindos de todas as regiões do país. São trabalhos que evidenciam como o brasileiro vem incentivando, inventando ou desenvolvendo ações de promoção da leitura. Selecionar 15 iniciativas entre essas ideias incríveis foi uma tarefa difícil", afirmou Lourdes Atié, coordenadora pedagógica do Prêmio Vivaleitura.



Conheça abaixo os dois projetos finalistas do Acre no Prêmio Vivaleitura 2011:



Categoria 1 - Bibliotecas Públicas, Privadas e Comunitárias


Biblioteca Comunitária de Santa Rosa (Cruzeiro do Sul – AC) – O projeto foi inscrito pela Escola de Ensino Fundamental Antônio Ferreira Gomes, que abriga a Biblioteca Comunitária de Santa Rosa, localizada na zona rural de Cruzeiro do Sul (AC). A escola iniciou a construção da biblioteca a partir da doação de livros da Expedição Vaga Lume, em 2002. Mas o acervo só se tornou funcional e organizado em 2005, com a posse do novo diretor da escola e com a iniciativa do Evilásio Silva de Souza Filho. A escola passou a trabalhar com o acesso aos livros e à leitura, em parceria com os demais setores da comunidade local. Hoje a escola dispõe de um espaço para a biblioteca que também sedia diferentes atividades culturais: mediações de leitura; teatro; exibições de filme; empréstimos de livros para estudantes das três escolas locais e para a comunidade. Um sábado por mês, durante todo ano, voluntários se reúnem para realizar o Mutirão de Leitura. De barco, eles levam livros e fazem mediação de leitura com as populações ribeirinhas, de localidades mais distantes.



Categoria 3 – Sociedade: ONGs, empresas, pessoas físicas, universidades, faculdades e instituições sociais


Quintais Literários (Xapuri – AC) – Tudo começou em 2008, quando Cleilson Alves da Silva passou a ser discriminado na escola devido às dificuldades no desenvolvimento da leitura e da escrita. Para ajudar o irmão, Clenes teve a iniciativa de levar para casa alguns livros, revistas e gibis. A paixão pela leitura foi imediata e eles decidiram compartilhar a experiência com os demais moradores de Xapuri (AC), transformando o quintal de casa num polo de agitação cultural aos finais de semana. Surgiu assim o projeto "Quintais Literários", também chamado de "Seringais Culturais". Entre os objetivos está proporcionar o acesso à leitura para as crianças, adolescentes e jovens das comunidades locais, além de preservar a arte e a memória dos povos da Amazônia. Hoje o acervo conta com mais de mil títulos e DVDs educativos.


Mais detalhes no site da Fundação Santillana.

Projeto xapuriense é finalista do Prêmio Viva Leitura 2011

A Fundação Santillana, patrocinadora do Prêmio Viva Leitura, divulgou no início de outubro os projetos finalistas da sexta edição do maior prêmio de incentivo à leitura no Brasil. Com um total de 1.865 projetos inscritos, a edição deste ano conquistou mais uma vez abrangência nacional, com iniciativas provenientes de todas as regiões do país. Os finalistas de 2011 são dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Pernambuco, Amapá, Acre e Amazonas.


Dentre os projetos selecionados para a final do Prêmio está o ‘Quintais Literários', iniciativa xapuriense, concorrendo em uma das três categorias de abrangência: (1) Bibliotecas públicas, privadas e comunitárias; (2) Escolas públicas e privadas; e (3) Sociedade: empresas, ONGs, pessoas físicas, universidades e instituições sociais. Na cerimônia de premiação dos vencedores, no próximo dia 10, no Rio de Janeiro, também será concedida a Menção Honrosa "José Mindlin".
Realizado desde 2006, o Prêmio Viva Leitura é uma iniciativa dos Ministérios da Educação e da Cultura e da Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), com apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). O Prêmio também faz parte do Plano Nacional do Livro e da Leitura (PNLL).


Sobre a iniciativa

O que você tem no seu quintal?


Pois no quintal dos irmãos Clenes e Cleilson Alves você encontra, nos finais de semana, além da vasta área de 12m por 30m com árvores e galinhas, diversos livros, contadores de histórias, exibição de vídeos, leituras coletivas, música e muita animação. Esse é o projeto ‘Seringais Culturais: Quintais Literários’, que une o patrimônio imaterial da memória dos povos que moram na floresta – seringueiros, ribeirinhos, castanheiros, soldados da borracha - através da contação de histórias com o incentivo à leitura.

Aos finais de semana o quintal se transforma em um ambiente onde todos podem partilhar dos livros, revistas e gibis arrecadados com a comunidade do bairro Jiquiá e arredores, juntamente com a arte e o lado lúdico proporcionado pelas folhas que encantam as crianças de todas as idades. A iniciativa data de maio de 2008 e nasceu após Cleilson ser discriminado na escola por estar atrasado com a leitura e a escrita, passando a procurar nos livros e revistas de parentes e amigos o refúgio secreto para longas e intensas viagens.

Verificando que não podia deixar apenas consigo tal ato viciante, o rapaz, juntamente com seu irmão, que na época tinha menos de 18 anos, resolveu juntar suas experiências de teatro e contação de histórias e com o acesso à leitura a crianças, jovens e adolescentes das comunidades xapurienses. Como não tinha espaço para fazer tal trabalho passou a utilizar sua própria casa e, principalmente, os quintais de vizinhos e amigos. Atualmente, utiliza apenas o seu quintal, que virou referência para os que têm sede por leitura e arte. Hoje, a iniciativa conta com um acervo composto por livros, revistas, gibis e dezenas de DVDs educativos doados por diversas pessoas.


Como acontece


Em quintais – inicialmente acontecia apenas no quintal dos dois irmãos, mas como a ideia foi dando cada vez mais certo, passaram a utilizar outros, de parentes, amigos, chegando aos quintais de pessoas que solicitavam. Levam seus livros em bicicletas, com suporte, juntamente com as fantasias dos atores e contadores de histórias.
Mais sobre a iniciativa

A equipe, que conta com 10 voluntários, se divide nas etapas dos ‘Quintais Literários’ e procura por apoiadores para continuar o belo trabalho dos fundos da casa simples da terra de Chico Mendes.


O “Quintais Culturais” é uma espécie de biblioteca viva e lúdica que traz a magia dos livros e seus personagens para os fundos da casa localizada na Rua Petrônio Rodrigues, 574, no Bairro Jiquiá, em Xapuri, no Acre.


As histórias contadas, entre as leituras diversificadas, são colhidas nos seringais, com seringueiros, soldados da borracha, ribeirinhos, índios, gente que viveu as histórias amazônicas e as transforma em contação para seus netos, bisnetos e filhos.


O Grupo Fuxico se apropria de tal arte amazônica para utilizar as histórias dos povos da floresta em suas apresentações de contação de histórias – e isso é utilizado nos Quintais Literários.
Infelizmente a iniciativa ainda não conta com qualquer auxílio financeiro institucional, mas está à procura.


A cerimônia de premiação acontece no próximo dia 10 de novembro, no Rio de Janeiro, e o projeto ‘Quintais Literários será representado no evento por Clenes Alves, conhecido no meio artístico regional como Clenes Guerreiro, também coordenador do Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri.


Além do “Quintais Literários” - que concorre com mais 4 projetos na terceira categoria – outro projeto acreano, intitulado “Biblioteca Comunitária de Santa Rosa”, iniciativa de Cruzeiro do Sul, está entre os finalistas, concorrendo na primeira categoria.


Mais informações podem ser obtidas no site do Prêmio Viva Leitura.



Texto também divulgado no Blog Xapuri Agora e site Agência de Notícias do Acre.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Dia Internacional da Animação em Xapuri

Esse é o terceiro ano consecutivo que Xapuri, no Estado do Acre, terra do ambientalista conhecido mundialmente, Chico Mendes, participa do "Dia Internacional da Animação", organizado no Brasil pela Associação Brasileira de Cinema de Animação – ABCA, com apoio de seus associados espalhados por todo Brasil.
O "DIA" é comemorado em 28 de outubro e é uma mostra de curtas-metragens de animação nacionais e estrangeiros, exibidos simultaneamente, para milhões de pessoas em todo o Brasil. Em Xapuri, como acontece tradicionalmente, contará, além da Mostra oficial, com uma vasta programação cultural, envolvendo artistas de diferentes manifestações culturais, promovendo uma verdadeira interação entre artistas, estudantes, professores, gestores culturais, representantes de entidades e autoridades, com o cinema de animação e seus responsáveis, por meio do DIA.
O coordenador local, Clenes Guerreiro, acredita que esse é um grande marco contemporâneo, que se utiliza da Arte da Animação para ligar pessoas em todo o Brasil, independente de sua localização geográfica – e graças às animações do DIA!
Data e horário da mostra oficial: 28 de outubro de 2011 às 19h30min.

Local do evento: Museu do Xapury

Endereço: Rua Coronel Brandão, 156 - Centro

Mostras paralelas: Infantil, Deficientes Auditivos e Deficientes Visuais

Programação:

Pré-abertura do evento: Cerimônia de Abertura com coordenação do evento, coordenação do Museu do Xapury, artistas, estudantes e autoridades locais

Data e horário: 28 de outubro às 15h30

Apresentação de Espetáculo Teatral “Oh Mana Chama Eu – e Chama Nós”
Grupo Floresta e Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri
Direção de Rodrigo Garcia e Clenes Guerreiro

Contos & Recontos de Xapuri
Prêmio Funarte de Circulação Literária 2010
Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri
Data e horário: 28 de outubro de 2011 às 16h

Mostra Oficial
Abertura/cerimonial por conta de Clenes Guerreiro
Stand Up Comedy com artistas do Grupo Arte na Ruína
Direção de Cleilson Alves
Data e horário: 28 de outubro de 2011 às 19h

Mostras paralelas: Deficientes Auditivos e Deficientes Visuais
Data e horário: 28 de outubro às 19h30
Local: Museu do Xapury (parte dos fundos)

Mostras paralelas: infantil
Data e horário: 28 de outubro de 2011 às 19h30
Local: Museu do Xapury (hall).

Apoios: Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri, Grupo Arte na Ruína, Museu do Xapury, Grupo Teatral Floresta.


Maiores informações no site da ABCA.

domingo, 23 de outubro de 2011

A Menina e o Pássaro Encantado

Era uma vez uma menina que tinha como seu melhor amigo, um Pássaro Encantado. Ele era encantado por duas razões:

Primeiro porque ele não vivia em gaiolas. Vivia solto. Vinha quando queria. Vinha porque amava.

Segundo, porque sempre que voltava suas penas tinham cores diferentes, as cores dos lugares por onde tinha voado.

Certa vez voltou com penas imaculadamente brancas, e ele contou estórias de montanhas cobertas de neve. Outra vez suas penas estavam vermelhas, e ele contou estórias de desertos incendiados pelo sol. Era grande a felicidade quando estavam juntos. Mas sempre chegava o momento quando o pássaro dizia:

"Tenho de partir."

A menina chorava e implorava: "Por favor, não va, fico tão triste. Terei saudades e vou chorar..."

"Eu também terei saudades", dizia o pássaro. "Eu também vou chorar. Mas vou lhe contar um segredo: eu só sou encantado por causa da saudade que faz com que as minhas penas fiquem bonitas. Se eu não for não haverá saudade. E eu deixarei de ser o Pássaro Encantado e você deixará de me amar."

E partia. A menina, sozinha, chorava. E foi numa noite de saudade que ela teve a idéia: "Se o Passaro não puder partir, ele ficará. Se ele ficar, seremos felizes para sempre. E para ele não partir basta que eu o prenda numa gaiola."

Assim aconteceu. A menina comprou uma gaiola de prata, a mais linda. Quando o pássaro voltou eles se abraçaram, ele contou estórias e adormeceu.

A menina, aproveitando-se do seu sono, engaiolou-o. Quando o pássaro acordou ele deu um grito de dor.

"Ah! Menina...que é isso que você fez? Quebrou-se o encanto. Minhas penas ficarão feias e eu me esquecerei das estórias. Sem a saudade o amor irá embora..."

A menina não acreditou. Pensou que ele acabaria por se acostumar.


Mas não foi isso que aconteceu. Caíram suas plumas e o penacho. Os vermelhos, os verdes e os azuis das penas transformaram-se num cinzento triste. E veio o silêncio: deixou de cantar. Também a menina se entristeceu.

Não era aquele o pássaro que ela amava. E de noite chorava pensando naquilo que havia feito com seu amigo...

Até que não mais agüentou. Abriu a porta da gaiola. "Pode ir, Pássaro", ela disse." Volte quando você quiser..."

"Obrigado, menina", disse o Pássaro." Irei e voltarei quando ficar encantado de novo. E você sabe: ficarei encantado de novo quando a saudade voltar dentro de mim e dentro de você!

Autoria: Rubem Alves

Ilustração
*Menina e o pássaro encantado: Autor não citado, Correio Popular OnLine

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Xapuri em Arte...

Essa é uma das artes de Clementino Almeida, realizada em uma escola de Rio Branco, em uma das oficinas de grafite ofertadas em parceria com o Curso do qual é acadêmico, Artes Visuais, da Universidade de Brasília (UnB).
E a linda imagem faz correlação entre paz, arte e educação - tudo a ver!
Um grande talento...

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Dia Internacional da Animação une o Brasil de ponta a ponta

Rio Branco, Xapuri e Bujari participam do projeto que exibirá a mostra de curtas-metragens nacionais e internacionais

cartaz_menor.jpgRealizado nacionalmente pelas Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA), o Dia Internacional da Animação, 28 de outubro, em sua oitava edição no Brasil acontece em várias cidades e todos os estados do país. O evento simultâneo é o maior no gênero e conta com grande apoio e participação do público, imprensa e profissionais da área. No Acre, as cidades de Rio Branco, Bujari e Xapuri recebem a mostra. Em Rio Branco a sessão acontece no Cine Recreio, no Bujari na Praça Central, e em Xapuri no Museu do Xapury, com sessões às 19h30. A mostra conta com o apoio do governo do Estado, através da Fundação de Cultura Elias Mansour.

Rio Branco recebe a mostra pela quarto ano. Nos anos anteriores o evento exibiu curtas de animação local, produções feitas por Italo Rocha e Marcelo Zuza, que logo após fizeram um bate-papo com a plateia, contextualizando as dificuldades de se produzir o cinema de animação no Acre. Mais uma vez os realizadores locais estarão exibindo seus filmes com o objetivo de valorizar a produção local. Além disso, a mostra em Rio Branco terá pela primeira vez a parceria do Cineclube Opiniões.

"Sendo justamente os cineclubes espaços ideais para apreciar e discutir as diversas produções cinematográficas é que não poderíamos deixar de abraçar mais uma edição do Dia Internacional da Animação, até mesmo para desmistificar essa ideia de que filmes de animação são somente para crianças. Engana-se quem pensa assim, principalmente hoje que as animações são feitas também para os adultos, com histórias cheias de reflexões e construídas de maneira inteligentíssimas, mostrando uma gama imensa de trabalhos interessantes e originais. Afinal, filmes foram feitos para serem vistos, principalmente as animações", comenta Ádamo Gabriel, um dos articuladores do Opiniões.

Xapuri receberá a mostra oficial, com uma vasta programação cultural, envolvendo artistas de diferentes manifestações culturais, promovendo uma verdadeira interação com o público formado estudantes, professores, gestores culturais, representantes de entidades e autoridades.
Sucesso de público, segundo o coordenador local, Clenes Guerreiro, "o evento é um grande marco contemporâneo, que se utiliza da arte da animação para ligar pessoas em todo o Brasil, independente de sua localização geográfica".

Com o apoio da Associação Internacional do Filme de Animação (Asifa), além das exibições da mostra oficial, acontecerão várias atividades nas cidades participantes nos dias que antecedem o evento, como mostras infantis, internacionais, mostra para deficientes auditivos, mostra para deficientes visuais e também oficinas, debates, palestras e exposições.

"Para nós da coordenação nacional do evento, o Dia Internacional da Animação (DIA) é a oportunidade de conseguirmos unir o Brasil de ponta a ponta, sem fronteiras, o que muito nos comove e nos honra. Participam desde cidades com menos de três mil habitantes, até cidades com milhões de habitantes. Todas recebem as mesmas mostras e fazem uma programação muito especial. A produção do DIA é uma grande família, são milhares de pessoas em todo o país, trabalhando para que o evento aconteça. E na nossa opinião esta é a alma do DIA: esta união, saber que todos fazem parte dessa rede", relata Luciana Druzina, coordenadora nacional do evento.

Histórico do evento - A partir da iniciativa da Associação Brasileira de Cinema de Animação, o Dia Internacional da Animação começou a ser realizado em 2004 somente na cidade de São Paulo. Já em 2005, a data foi comemorada com uma exibição simultânea em cinco capitais brasileiras, em 2006 chegou a 19 cidades, em 2007, 50 municípios brasileiros participaram do evento, abrangendo todas as regiões do país. No ano de 2008, contou com a participação de 150 cidades, conquistando todos os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal. Em 2009 e 2010, o DIA teve um crescimento substancial, passando de 150 para mais de 400 municípios participantes. O Dia Internacional da Animação é o resultado de um trabalho intenso de milhares de pessoas envolvidas na produção do evento nacionalmente.

Serviço

O que? Dia Internacional da Animação
Quando? 28 de outubro
Onde? Rio Branco no Cine Recreio - Bujari na Praça Central e em Xapuri no Museu do Xapury

Horário: 19h30

Entrada franca

Da Agência de Notícias do Acre

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Gostava tanto de você...


Não sei porque você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar...

Você marcou na minha vida
Viveu, morreu
Na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão
Que em minha porta bate...

E eu!
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você...

Eu corro, fujo desta sombra
Em sonho vejo este passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Não quero ver prá não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você...

E eu!
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você...

(E ainda gosto...)


Essa é uma composição de Tim Maia que, neste momento, serve de homenagem à estrela Dallyanna Lima, que agora brilha em outro céu, olhando por aqueles que muito a amam ainda...

(Dinheiro nenhum no mundo paga a vida de uma pessoa... principalmente daquelas que sempre serão amadas...)

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Lembranças de Xapuri

"Na minha visita ao Acre eu atravessei para a bolívia pela amazônia, perdi duas calotas, ralei o carro, enchi o tanque com a gasolina mais cara do mundo, mas o que mais me impressionou foi a facilidade para vir da fronteira ao aeroporto sem passar por nenhum comando policial.
Na minha ida ao Acre eu amei a beleza e o estilo de Rio Branco, comi horrores de peixes carnudos, fui no túmulo do chico mendes, na casa do seringueiro, no seringal e passei pela fábrica de camisinha que vai usar o látex local como matéria-prima em sua produção.
Na minha visita ao Acre andei mais de três horas na mata fechada, encontrei crianças isoladas fora da escola (são essas), um senhor morrendo de malária (na rede), nuvens de mosquito (na minha cabeça, não dá pra ver) e um fotógrafo muito bom, gente fina, que carregou quase 10 quilos de equipamento no trajeto para, entre outras coisas, fazer a foto acima."

A foto e o texto está presente no perfil do fotolog identificado como "Gonzofever". Clique aqui e veja mais desse artista.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Prêmio Vivaleitura divulga os projetos finalistas de 2011

A comissão organizadora divulgou os finalistas da sexta edição do Prêmio Vivaleitura, uma iniciativa dos Ministérios da Educação e da Cultura em parceria com a OEI (Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura), com patrocínio e execução da Fundação Santillana e apoio do Consed e da Undime.
Neste ano, foram inscritos 1.865 projetos de incentivo à leitura, de todas as regiões do país. Os finalistas são provenientes dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Pernambuco, Acre e Amazonas. Serão premiados três projetos de cada categoria, no valor de R$ 30 mil cada, além da concessão da Menção Honrosa "José Mindlin". A cerimônia de premiação será realizada em 10 de novembro, no Rio de Janeiro.

Categoria 3 – "Sociedade: ONGs, empresas, pessoas físicas, universidades/faculdades e instituições sociais":

Um Poema em Cada Árvore
Governador Valadares/MG
Responsável: Marcelo Pereira Rocha

Biblioteca do Arsenal da Esperança - implantação de uma Biblioteca para os Moradores de Rua acolhidos pelo albergue social Arsenal da Esperança
São Paulo/SP
Responsável: Lourival Lopes Cancela

Quintais Literários
Xapuri/AC
Responsável: Clenes Alves da Silva

Memória e Literatura
Parintins/AM
Responsável: Rodrigo de Souza Rocha

Olimpíadas de Jogos Digitais e Educação
Recife/PE
Responsável: Frederico de Vasconcelos Pereira

Mais informações no site do Prêmio Viva Leitura 2011.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Oca Xapuri recebe visita do BNDES

A OCA Xapuri recebeu na tarde desta terça-feira, 04, a visita da equipe do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econõmico e Social) e da Secretaria de Estado de Planejamento – SEPLAN.
O objetivo da visita foi de conhecer as instalações da OCA, o memorial “A Limitada” e os procedimentos de atendimento que é dado aos cidadãos de Xapuri.

Do Blog da Oca.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Lançamento do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (PreCult)

(De interesse da classe produtora de Arte e Cultura do Acre)

Como ação para implementar o Sistema Estadual de Cultura, o governo do Estado, através da Fundação de Cultura Elias Mansour, lançará na próxima quarta-feira, 5, quatro editais artisticos-culturais. Os editais fazem parte do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (PreCult) e do Fundo Estadual de Cultura (FunCultura), instrumentos de gestão do Sistema Estadual de Cultura do Acre.
A cerimônia, que acontece no Cine Teatro Recreio, às 16 horas, contará com a presença do governador Tião Viana, do diretor-presidente da Fundação de Cultura Elias Mansour, Dircinei Souza, secretários de governo, representantes de instituições governamentais, representantes de entidades artísticas, artistas e fazedores de cultura, produtores independentes e outros.
O Sistema Estadual de Cultura, instituido pela Lei 2.312/2010, considerado um marco histórico é destinado à articulação, promoção, gestão integrada e ao controle social de políticas públicas culturais.
O Acre é o único estado da região norte que possui seu sistema criado por lei, e dos entes federados, apenas ele e o Ceará, estão no processo de regulamentação.
Os projetos contemplados serão custeados por recursos oriundos do Governo do Acre, previstos no Fundo Estadual de Cultura (FunCultura), totalizando o valor de R$ 2 milhões, distribuídos nos quatro editais.


Os editais e seus anexos estarão disponíveis a partir do dia 5 de outubro no sítio www.cultura.ac.gov.br

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Insanidade ao reino

Um poderoso feiticeiro, querendo destruir um reino, deitou uma poção mágica no poço da cidade. Quem bebesse aquela água ficaria louco.
Na manhã seguinte, todos enlouqueceram, menos o rei – que tinha um poço só para si e para a sua família, onde o feiticeiro não conseguiu entrar.
Preocupado, ele tentou controlar a população com uma série de medidas de segurança: mas os polícias e os inspetores tinham bebido a água envenenada, e acharam um absurdo as decisões do rei.
Aos gritos, foram até ao castelo e exigiram que renunciasse.
Desesperado, o rei prontificou-se a deixar o trono, mas a rainha impediu-o, dizendo:
“Vamos agora até à fonte e beberemos também. Assim, ficaremos iguais a eles.”
E assim foi feito: o rei e a rainha beberam a água da loucura, e começaram imediatamente a dizer coisas sem sentido.
Na mesma hora, os seus súbditos arrependeram-se: agora que o rei mostrava tanta sabedoria, porque não deixá-lo a governar o país?
O país continuou em paz, embora os seus habitantes se comportassem de maneira muito diferente da dos seus vizinhos.
E o rei pôde governar até ao final dos seus dias.

Do Livro de Paulo Coelho "Veronika decide morrer".
Ilustração: *Ben Krane.

domingo, 25 de setembro de 2011

Teatro e Contação de Histórias

Espetáculo Teatral e de Contação de Histórias no Museu do Xapury

No último dia 21 de setembro, dia da árvore, foi apresentado, dentro da programação da 5ª Primavera dos Museus o espetáculo teatral "Olê, Mulher Rendeira", com direção de Rodrigo Garcia, coordenador do Grupo Teatral Floresta (de Rio Branco) e Clenes Guerreiro, coordenador do Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri.

Sinopse: O espetáculo, parceria entre os dois grupos, conta a história de Maria Taboca, uma garota órfã que sai do seringal para ganhar a vida na cidade. Cheia de sonhos, Maria vai costurando seu destino com muita luta, garra e determinação, transformando a tragetória de vida em uma comédia empolgante e cheia de participação dos espectadores - que passam a ser até personagens do enredo ao longo da apresentação.

Atores: Álder Járede D'Ávila, Clenes Guerreiro, Jairo Moreira, Renan Moreira, Rodrigo Garcia.
Sonoplasta: Bismarque Melo.
Participação especial: Espectadores.

No mesmo dia foi apresentado o Espetáculo de Contação de "Histórias da Vovó", com histórias regionais criteriosamente escolhidas pelo Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri, sob direção de Clenes Guerreiro.
As apresentações ocorreram de manhã (a partir das 09:30h) e à tarde (a partir das 15:30h), no Museu do Xapury, localizado à Rua Cel. Brandão, 156, Centro.
Entre os espectadores estavam alunos da rede estadual de educação - Escola Anthero Soares Bezerra e Escola Divina Providência - com ativa participação na animação do dia dedicado aos trabalhos teatrais.

Fotos:
*1 - Atores com platéia - de Myrla Hanna;
*2 - Atores com platéia - de Mariana Mathias;
*3 - Mulher Rendeira - de Bismarque Melo;
*4 - Maria Taboca e seu grande amor - de Caticilene Rodrigues.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Informe sobre a Programação da 5ª Primavera dos Museus

Em decorrência de motivos de força maior, o Museu do Xapury informa que os eventos previstos dentro da Programação da 5ª Primavera dos Museus foram adiados para amanhã, quarta-feira, 21 de setembro.
Informa-se ainda que a programação é a seguinte:

Apresentação de Espetáculo Teatral

Olê, Mulher rendeira

Grupo Teatral Floresta e Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri

Direção: Rodrigo Garcia e Clenes Guerreiro

Às 09:30h e às 15:30h


Apresentação de Contação de Histórias

Histórias da Vovó

Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri

Às 10h e às 16h


Portanto, todos estão novamente convidados a prestigiar os artistas de Rio Branco e os de Xapuri.
Não percam!

Primeiro dia da 5ª Primavera dos Museus em Xapuri

A Programação atraiu alunos, professores e comunidade
O primeiro dia da 5ª Primavera de Museus contou a com a participação de turmas das Escolas da Rede Estadual de Educação, principalmente Anthero Soares Bezerra e Plácido de Castro, tradicionais Instituições de Ensino e gabaritadas, além da comunidade em geral.
A programação contou com a abertura, realizada pela coordenadora do Museu do Xapury, Caticilene Rodrigues, seguida de exibição dos curtas de animação - 'Como comer um elefante' e 'O Divino, de repente' (pela manhã) e 'Pássaros' e 'Kensho' (à tarde) - além de abrir os espaços museológicos (incluindo os Espaços de Memória Chico Mendes) à visitação guiada.
Os vídeos foram exibidos em duas sessões cada, no período da manhã, devido ao grande número de espectadores, além da reprise dos mesmos à tarde (além dos que já estavam previstos no roteiro programado) - tal fato se deu pelo sucesso, divulgado pelos espectadores dos primeiros, sendo necessário reapresentar, a pedidos eufóricos.
A equipe responsável pela execução do primeiro dia de eventos é registrada abaixo, na foto (Clenes, Mariana, Bismarque, Caticilene e Crisneuda, respectivamente - clicada por Mirla Hanna):
Os eventos continuam até a quarta-feira, mas as visitas guiadas ficam disponíveis até o próximo final de semana.

Fotos:
*1- Abertura da 5ª Primavera dos Museus - de Bismarque Melo;
*2 - Público - de Mariana Matias;
*3 - Equipe da 5ª Primavera - de Mirla Hanna.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

5ª Primavera dos Museus tem "Mulheres, Museus e Memórias" como tema

Ideia é valorizar a história e o papel da mulher no setor para sensibilizar as instituições de memória e a comunidade para o debate sobre temas da atualidade

Da Agência de Notícias do Acre

cartazprimavera.jpgDiscutir gênero, a mulher e o feminino na contemporaneidade é o objetivo da 5ª Primavera dos Museus, com o tema "Mulheres, Museus e Memórias". O evento acontece em 310 cidades brasileiras, e no Acre duas cidades participam do projeto - Rio Branco e Xapuri -, com uma programação que acontece de 19 a 25 deste mês. O evento tem a parceria do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), com o apoio do governo do Estado, através do Departamento de Patrimônio Histórico e Cultural da Fundação de Cultura Elias Mansour.

Um dos focos é valorizar a história e o papel da mulher no setor, com o objetivo de sensibilizar as instituições museais e a comunidade para o debate sobre temas da atualidade. Uma ampla e diversificada programação movimentará a semana dedicada aos museus de todo o país. Seminários, exposições, oficinas, espetáculos musicais, mesas-redondas, visitas guiadas, atividades recreativas e exibições de filmes compõem a agenda.

Em Rio Branco, dois espaços de memória agregam a programação: o Theatro Hélio Melo e o Museu da Borracha. A abertura, que acontece nesta segunda-feira, às 19 horas, no Theatro Hélio Melo, traz para o debate o tema "O papel da mulher na construção da sociedade acreana: lutas, conquistas e sonhos". Quem compõe a mesa de debates é o diretor-presidente em exercício da Fundação de Cultura Elias Mansour, Assis Pereira, o chefe do Departamento Estadual de Patrimônio Histórico e Cultural, Liberalino Alves, e a professora-doutora da Universidade Federal do Acre Maria José Bezerra.

Nos dias 20, 21, 22 e 23 deste mês, às 19 horas, no Theatro Hélio acontece o ciclo de palestras. Com o tema "Educação de Seringueiros", o professor-doutor José Dourado de Souza, da Universidade Federal do Acre, abre o ciclo. Dia 21, Daniel da Silva Klein, mestre e doutorando da Universidade de São Paulo (USP), fala sobre o tema "A conquista de Rio Branco: possibilidades e novas ocupações". Dia 22, acontece a palestra "Mulheres e modos de vida na região Fronteiriça", com a mestre e doutoranda da USP Geórgia Pereira de Lima.

Fechando o ciclo, o tema "Mulheres, silêncios e não-ditos: O papel do Historiador na (re)significação da sociedade", com o mestre Vicente Gil, professor da Universidade Federal do Acre. No Museu da Borracha acontecerá a exposição Casa Rosa Mulher, contação de histórias com Rosangela Valle, exibição de filmes e visitas guiadas.

A 5ª Primavera dos Museus em Rio Branco encerra com participação de Iolanda Fleming, primeira mulher a assumir o cargo de governadora no Brasil, com solenidade no dia 23, 19 horas, no Theatro Hélio Melo.

Xapuri na 5ª Primavera dos Museus - Exibição de filmes, visitas guiadas, contação de histórias e apresentações teatrais fazem parte da programação da 5ª Primavera dos Museus, que será realizada no Museu do Xapury. O espaço de memória tem contribuído com os debates dos temas relacionados às programações nacionais, além de abrir o diálogo entre artistas, estudantes, autoridades, professores e o público em geral, transformando-se em palco para as mais diversas manifestações culturais. A programação acontecerá de 19 a 25 deste mês, das 8 às 18 horas.


Serviço:

O quê? 5ª Primavera de Museus
Onde? Theatro Hélio Melo (ciclo de palestras) e Museu da Borracha (programação cultural) - em Rio Branco
e Museu do Xapury - em Xapuri
Quando? 19 a 25 de setembro
Informações: Rio Branco (68) 3223-1202 e 92335532

Veja aqui a programação em Rio Branco

Data: 19/09/11
Museu da Borracha Geraldo Mesquita
14:00 às 18:00 - Visitas Guiadas
Local: Museu da Borracha
19:00 h: Abertura da 5ª Primavera dos Museus com participação especial do
presidente em exercício da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour, Assis Pereira e do chefe do Departamento de Patrimônio Histórico e Cultural, Liberalino Alves que comporão a mesa juntamente com a professora doutora, Maria José Bezerra da Universidade Federal do Acre com o tema "O papel da mulher na construção da sociedade acreana: lutas, conquistas e sonhos".
Local: Teatro Hélio Melo


Data: 20/09/11
08:00 às 12:00 e 14:00 às 17:00 h: Visitas Guiadas
15:00 h: Exibição do filme Mulheres do Brasil
Local: Museu da Borracha
19:00 h: Ciclo de debates com o professor Dr José Dourado de Souza da
Universidade Federal do Acre com o tema "Educação de Seringueiros" no
Teatro Hélio Melo.
Local: Teatro Hélio Melo


Data: 21/09/11
08:00 às 17:00h - Visitas Guiadas
15:00h Exibição do documentário acreano "Mulher".
Local: Museu da Borracha
19:00h Ciclo de debates, o mestre e Doutorando da USP Daniel da Silva Klein
com o tema "A conquista de Rio Branco: Possibilidades e novas ocupações
a partir de 1970" às 19:00h no Teatro Hélio Melo.
Local: Teatro Hélio Melo


Data:22/09/11
08:00 às 12:00h - Visitas guiadas
09:00 às 11:00h - Contação de Histórias com a contadora Rosângela Valle.
15:00h - Exposição Casa Rosa Mulher
Local: Museu da Borracha
19:00h - Palestra com a Mestre e Doutoranda da USP Geórgia Pereira de Lima
com o tema "Mulheres e modos de vida na região Fronteiriça".
Local: Teatro Hélio Melo


Data: 23/09/11
08:00 às 12:00 e 14:00 às 17:00h - Visitas Guiadas
Local: Museu da Borracha
19:00h - Ciclo de debates Ms. Vicente Gil docente da Universidade Federal do
Acre - UFAC com o tema "Mulheres, silêncios e não-ditos: O papel do
Historiador na (re) significação da sociedade."
21:00h - Encerramento 5ª Primavera dos Museus com participação da
Primeira Governadora Brasileira Iolanda Fleming.
Local: Teatro Hélio Melo


Veja aqui a programação em Xapuri

De 19 a 25
Visita Guiada
Acervo do Museu do Xapury
Com as guias Mirla Hanna e Mariana Mathias
Das 08h às 18h


Dia 19
Exibição de filmes de animação
O Divino, De Repente - de Fábio Yamaji;
Como Comer um Elefante - de Jansen Raveira
9:30h
Pássaros - de Filipe Abranches;
Kensho - de Daniel Kang.
15:30h


Dia 20
Apresentação de Espetáculo Teatral
Olê, Mulher rendeira
Grupo Teatral Floresta e Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri
Direção: Rodrigo Garcia e Clenes Guerreiro
09:30h e às 15:30h
Apresentação de Contação de Histórias
Histórias da Vovó
Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri
10h e às 16h
(Todos os eventos acima serão realizados no Museu do Xapury)


De 19 a 25
Visita guiada
Com os guias: Bismarque Melo, Joicinara Ferreira, Mariane Buriti e Raylana Maria Melo
Local: Espaços: Casa Chico Mendes, Fundação Chico Mendes,
Memorial do Seringueiro, Café Regional e Casa do Artesão.
Agradecemos desde já a sua presença!

Pode ser conferido clicando aqui.

Mais curtas de animação são exibidos no Museu do Xapury

Continuidade da 5ª Primavera dos Museus

Mais dois curtas de animação são exibidos no Museu do Xapury, agora à tarde, dentro da Programação da 5ª Primavera dos Museus.
Os Curtas são internacionais e destinados a todos os públicos, disponíveis a partir das 15:30h.
Confira abaixo a sinopse dos filmes:

Pássaros - de Filipe Abranches
(Segundo informações do site Filmes Portugueses):
Tudo gira em volta de aves. Uma velha, torta e com um nariz em forma de bico, alimenta os seus pássaros no terraço. Na cozinha olha enternecida para a fotografia do filho. Em seguida prepara uma galinha que esquarteja para uma sopa. Senta-se e adormece com a panela ao lume.
Lá em baixo no pátio interior, surge o filho. É esguio e sem pescoço como um pinguim. O seu nariz rivaliza com o da mãe. Sobe as escadas e toca à campainha. A velhota recebe-o numa festa. Leva-o para a cozinha onde lhe serve uma canja repleta de miudezas de galinha. Mostra-lhe os pássaros lá fora. São numerosas as gaiolas de todos os feitios e tamanhos. Ele observa atentamente as aves…

Prêmios recebidos:
RESTART no IndieLisboa 2009


Kensho - de Daniel Kang
(Segundo informações do site da ABCA):
Um poema visual que começa como um dia normal na
vida de uma jovem, mas termina em catarse espiritual. Traduzindo para a mente o "verdadeiro eu" ou a "verdade", “Kensho” descreve experiências de iluminação súbita ou breve
no Zen Budismo.

Prêmios recebidos:
Prêmio Petrobrás Internacional de Animação

Informações e sinopses:
http://filmesportugueses.com/passaros/
http://www.abca.org.br/dia/index.php?option=com_content&view=article&id=1323&Itemid=368

Ilustrações:
*Pássaros - divulgação;
*Kensho - divulgação.

Curtas de animação no Museu do Xapury

Abertura da 5ª Primavera dos Museus

Logo mais, a partir das 09:30h tem a abertura da 5ª Primavera dos Museus em todo o Brasil. Em Xapuri a programação inicia com as visitas guiadas no Museu do Xapury e nos Espaços de Memórias Chico Mendes.
O destaque dessa manhã são os curtas de animação, a serem exibidos no Museu do Xapury.
Confira abaixo a sinopse dos filmes:

O Divino, De Repente - de Fábio Yamaji
(Segundo informações do site Porta Curtas Petrobrás):

Ubiraci Crispim de Freitas, personagem real conhecido por Divino, canta repentes e conta sua vida neste documentário animado com ficção experimental. Além do live-action, várias técnicas artesanais de animação compõem o filme: flipbook, desenho animado, rotoscopia, pixilation e stop motion.


Alguns Prêmios em Festivais:

2º Lugar - Animação Brasileira - Júri Popular no Anima Mundi 2009
Melhor Animação - Júri Popular no Anima Mundi 2009
Prêmio RTP2 Onda Curta no Curta Cinema 2009
Melhor Animação - Júri Popular no Festival Cinema com Farinha - Festival Audiovisual do Sertão Paraibano 2010
10 Melhores Curtas Brasileiros do Público no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2009
Menção Especial da ABD-SP no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2009


Como comer um elefante - de Jansen Raveira

(Segundo informações do site 3 Moinhos)

A experiência traumatizante de uma aspirante a Miss ao tentar ler O Pequeno Príncipe.


Alguns prêmios em festivais:

Melhor Animação - 8ª Santa Maria Vídeo e Cinema

Melhor Roteiro - 8º Primeiro Plano

Melhor Animação em Flash - 4º Animaserra

Melhor Vídeo Animação - 35ª Jornada da Bahia

Melhor Som – 4o Comunicurtas 2009


Sinopses:

http://www.portacurtas.com.br/filme.asp?cod=2883

http://www.3moinhos.com/comocomerumelefante/_cce./COMO_COMER_UM_ELEFANTE.html


Ilustrações:

O Divino, de repente - Divulgação;

Como comer um elefante - Divulgação.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

5ª Primavera dos Museus

A 5ª Primavera dos Museus acontece entre os dias 19 e 25 de setembro e terá, este ano, segundo informações do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), a participação de 589 instituições, que promoverão 1.779 atividades em 310 cidades de todas as regiões do País. Com o tema Mulheres, Museus e Memórias, a edição deste ano abre espaço para a indagação sobre como o gênero, a mulher e o feminino estão sendo pensados na contemporaneidade.

Coordenada pelo Ibram e realizada pelas instituições museológicas brasileiras, a Primavera dos Museus acontece anualmente no início da primavera, com o objetivo de sensibilizar as instituições museais e a comunidade para o debate sobre temas da atualidade.

Nos anos anteriores, a Primavera dos Museus ofereceu mais de 3 mil ações organizadas por museus e instituições culturais de todo o país. Seminários, exposições, oficinas, espetáculos musicais, de teatro e de dança, mesas-redondas, visitas guiadas e exibições de filmes são alguns dos eventos realizados. Os temas das últimas edições foram Meio Ambiente, Memória e Vida; Museus e o Diálogo Intercultural; Museus e Direitos Humanos e Museus e Redes Sociais.

Em Xapuri

Em mais um ano de participação, Xapuri aparece no cenário nacional com uma programação que inclui desde a exibição de filmes de animação, apresentação de espetáculo teatral e contação de histórias, além das habituais visitas guiadas com os guias de exposição estagiários das instituições museológicas locais.

O Museu do Xapury tem se tornado, ao longo dos anos, um verdadeiro palco para os artistas locais, fornecendo a possibilidade do diálogo entre artistas, professores, estudantes, acadêmicos, profissionais das mais diferentes áreas, abrindo suas portas para a população local e turistas advindos dos mais diferentes lugares.

Por esta razão, tem entrado consecutivamente nas programações nacionais realizadas pelo Instituto Brasileiro de Museus em parceria com diversas instituições, com a mostra dos trabalhos das potencialidade que o município oferece.

A particularidade esse ano é a participação do Grupo Teatral Floresta, de Rio Branco, que apresenta o espetáculo "Olê, Mulher Rendeira", em parceria com o Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri.

Ainda, nesta edição, os Espaços de Memória Chico Mendes entram pela primeira vez na Primavera de Museus, oferecendo seus ambientes para as visitas guiadas especiais do evento.

Abaixo, a programação de Xapuri:

De 19 a 25

Visita Guiada

Acervo do Museu do Xapury

Com as guias Mirla Hanna e Mariana Mathias

Das 08h às 18h


Dia 19

Exibição de filmes de animação

O Divino, De Repente - de Fábio Yamaji;

Como Comer um Elefante - de Jansen Raveira

Às 9:30h


Pássaros - de Filipe Abranches;

Kensho - de Daniel Kang.

Às 15:30h


Dia 20

Apresentação de Espetáculo Teatral

Olê, Mulher rendeira

Grupo Teatral Floresta e Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri

Direção: Rodrigo Garcia e Clenes Guerreiro

Às 09:30h e às 15:30h


Apresentação de Contação de Histórias

Histórias da Vovó

Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri

Às 10h e às 16h

(Todos os eventos acima serão realizados no Museu do Xapury)


E a programação nos espaços de memória Chico Mendes:

De 19 a 25

Visita guiada

Com os guias: Bismarque Melo, Joicinara Ferreira, Mariane Buriti e Raylana Maria Melo

Local: Espaços: Casa Chico Mendes, Fundação Chico Mendes, Memorial do Seringueiro, Café Regional e Casa do Artesão.

A programação completa pode ser vista clicando aqui.


Ilustração:

*Banner 5ª Primavera de Museus - Divulgação IBRAM

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Monografias de Economia da UFAC são apresentadas

Contando com os acadêmicos do Curso de Bacharelado em Economia da UFAC, campus Xapuri, familiares, amigos, juntamente com a turma de Epitaciolândia, foram apresentados 07 trabalhos de monografia (e não os 08 previstos anteriormente), sábado e domingo passados.
Não compareceram autoridades locais - exceção do segundo dia, que contava com o deputado Manoel Moraes, pai de uma das acadêmicas - nem coordenador do campus da UFAC de Xapuri, muito menos a coordenadora do Curso na cidade, na pequena cerimônia realizada no auditório da Escola Estadual de Ensino fundamental e Médio Divina Providência.
Segue abaixo a lista dos trabalhos defendidos:

A MODALIDADE PREGÃO COMO BASE PARA OTIMIZAÇÃO DOS RECURSOS NAS LICITAÇÕES PÚBLICAS EM XAPURI ACRE - Ana Cláudia Araújo Nascimento

A DINÂMICA POPULACIONAL DE XAPURI E SUAS IMPLICAÇÕES SOBRE A PRODUÇÃO E A RENDA ENTRE 2000 E 2010 - Esmaily Negreiros Peixoto

ANÁLISE COMPORTAMENTAL DO EMPREENDEDOR DE XAPURI ACRE - Antonio Carlos da Silva Santos

ESTUDO DE CASO: AGRICULTURA FAMILIAR NO PÓLO AGROHORTIFRUTIGRANJEIRO UNIÃO - Clenes Alves da Silva

COMPORTAMENTO DO IPTU NO MUNICÍPIO DE XAPURI NO PERÍODO DE 2006 A 2010 - Nevisson Freire

AVALIAÇÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA DE UMA LOJA DE COSMÉTICOS EM XAPURI - Michele Oliveira da Rocha
ESTUDO DE CASO DO PÓLO AGROFLORESTAL XAPURI I - Ericélia Aquino da Silva

A banca era composta por:
Prof. Carlos Estevão Ferreira Castelo(Orientador e Presidente da banca)
Prof. Demerson Lima (membro)
Prof. Robinson da Rocha Braga - (membro)

Cada acadêmico tinha 30 minutos para fazer a apresentação oral do trabalho, seguido de 15 minutos para cada membro da banca fazer as considerações e mais 10 minutos para as considerações finais do autor. Após esse período a banca se reunia e atribuía nota, aprovando ou não o trabalho.
Todos os trabalhos apresentados foram aprovados com nota entre 8,0 e 9,5, sendo que os que não apresentaram tiveram a avaliação com base no trabalho escrito, onde 03 trabalhos foram recomendados fazer novas alterações e, portanto, não puderam ter notas atribuídas.
Ficam aqui registrados os parabéns aos novos (quase) bacharéis em Economia.

Foto:
*Turma de Economia em visita à Fábrica de Tacos - Álbum de Fábio Alves.


sábado, 10 de setembro de 2011

Defesa das monografias do Curso de Economia da UFAC


Desde ontem, acadêmicos do Curso de Economia da Universidade Federal do Acre (UFAC), campus Xapuri, participam do encontro para defesa de 08 monografias.
Ao todo foram entregues na coordenação da UFAC, em Rio Branco, 22 monografias, após orientação do professor Carlos Estêvão Ferreira Castelo, onde, seguindo o mesmo esquema dos demais municípios, tiveram 08 trabalhos que seriam defendidos em dois dias.
Em Xapuri o local escolhido para apresentação foi o auditório da Escola Divina Providência, na sexta a partir das 14h e no sábado às 08h. Os alunos dispõem de 30 minutos para a defesa com slides, seguido de avaliação por banca composta de três membros professores da UFAC, com mais 10 minutos para últimas considerações em forma de réplica dos autor do trabalho.
As defesas são abertas ao público e são o fechamento de quase 5 anos de Curso e representam o estudo de temas relevantes do Município, destacando problemáticas, levantando dados sobre os objetos estudados, além de traçar sugestões de melhoria para as dificuldades encontradas.
Os trabalhos - assim como seus autores - são os seguintes:

AVALIAÇÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA DE UMA LOJA DE COSMÉTICOS EM XAPURI - Michele Oliveira da Rocha

DIAGNÓSTICO SOCIOECONÔMICO DO BAIRRO PANTANAL - Richele Oliveira Fadul

ESTUDO DE CASO DA FÁBRICA DE PRESERVATICOS NATEX DE XAPURI/AC - Eliane Andrade De Sousa

A DINÂMICA POPULACIONAL DE XAPURI E SUAS IMPLICAÇÕES SOBRE A PRODUÇÃO E A RENDA ENTRE 2000 E 2010 - Esmaily Negreiros Peixoto

COMÉRCIO VAREJISTA DO MUNICÍPIO DE XAPURI – ACRE - Everaldo Nascimento de Castro

FABRICA DE PISOS: ESTUDO DE CASO - Vera Mendonça da Silva

ESTUDO DOS FATORES CAUSADORES DA EVASÃO DO CURSO DE ECONOMIA DA UFAC (PEBEC XAPURI) - Sidirlene Matias de Freitas

AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA DO BAIRRO DA SIBÉRIA NO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC - Joicinara Ferreira da Costa

A MODALIDADE PREGÃO COMO BASE PARA OTIMIZAÇÃO DOS RECURSOS NAS LICITAÇÕES PÚBLICAS EM XAPURI ACRE - Ana Cláudia Araújo Nascimento

ANÁLISE DO CRESCIMENTO DA ARRECADAÇÃO DO ICMS DO MUNICÍPIO DE XAPURI DE 1999 A 2008 - Silvanei Aquino de Oliveira

ANÁLISE COMPORTAMENTAL DO EMPREENDEDOR DE XAPURI ACRE - Antonio Carlos da Silva Santos

DIAGNÓSTICO SOCIOECNÔMICO DO PÓLO AGROFLORESTAL XAPURI II - Josué Pereira da Silva

O PERFIL DO CONSUMIDOR VAREJISTA DE XAPURI - Cristiane Silva de Sales

ESTUDO DE CASO: AGRICULTURA FAMILIAR NO PÓLO AGROHORTIFRUTIGRANJEIRO UNIÃO - Clenes Alves da Silva

DIAGNÓSTICO DO SETOR COMERCIAL VAREJISTA DE CONFECÇÕES NO MUNICIPIO DE XAPURI - Deisiane Tomé de Oliveira

DIAGNÓSTICO DO SETOR MOVELEIRO DE XAPURI ENTRE O ANO DE 2008-2010 - Armando Araújo de Oliveira Neto Ramos

DIAGNÓSTICO DA SITUAÇÃO ATUAL DO “PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA” NO MUNICÍPIO DE XAPURI - Adelciane Ramos Araújo

COMPORTAMENTO DO IPTU NO MUNICÍPIO DE XAPURI NO PERÍODO DE 2006 A 2010 - Nevisson Freire

A PECUARIA BOVINA EM XAPURI - Marcilia Menezes

QUALIDADE DE VIDA DAS FAMÍLIAS DA RESEX “CHICO MENDES” - Ednilce Nicácio de Lima da Silva

A listagem não consta dois trabalhos que foram aceitos para avaliação um pouco depois do tempo previsto, não sendo divulgado às mídias os títulos destes.

Os trabalhos de monografia de Economia de Xapuri representam um verdadeiro quadro atualizado da real situação dos mais diversos setores da sociedade xapuriense, onde são destacados pontos importantes que podem e devem ser usados pelos gestores locais afim de melhorar e potencializar o ambiente econômico e social da famosa Princesinha do Acre.

*A imagem que ilustra o post é o símbolo do Curso de Economia.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Iguais

"Um dia talvez quem sabe, um dia talvez quem sabe,
Descobriremos que somos iguais,


Irmão vai ouvir irmão, e todos se abraçarão, nos braços do mesmo Deus, nos ombros do mesmo ... Pai..."

(Padre Zezinho)



Anderson Matos, muita luz nesse momento, tudo vai dar certo, nada justifica a violência desmedida contra um outro irmão, principalmente quando isso é feito de forma covarde. Desejamos melhoras e uma recuperação no menor tempo possível.




Créditos:


*Trecho de uma canção do Padre Zezinho chamada "Iguais";

*Foto - Álbum pessoal de Anderson Matos.




quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Carnapuri 2011


O tão esperado carnaval fora de época está chegando. Serão três noites de festa que prometem muita alegria, bebidas, música e muita gente de fora da cidade.
O evento acontecerá nos dias 02, 03 e 04 de setembro e deve iniciar-se a partir das 22h, com previsão de término em torno de 04h, atraindo pessoas das cidades vizinhas - o que a prefeitura acredita aumentar o número de participantes de outros municípios em todas as noites, tendo em vista que o Carnapuri antecederá um feriado, o dia da Amazônia, no próximo 05 de setembro.
Como atrações estão diversas bandas - seja de Xapuri (Frutos da Terra) ou mesmo da Bahia (Raça Ruim e Guig Gueto).
Carnapuri 2011 é uma realização da Prefeitura Municipal de Xapuri, com apoio do Governo do Estado do Acre e de diversos patrocinadores.
Se você não é evangélico e gosta de carnaval é uma boa alternativa para o final de semana na pacata Xapuri.

Arte:
*Banner Carnapuri 2011 - Divulgação PMX.


quarta-feira, 31 de agosto de 2011

O Aleph: O fogo da amizade

Um homem que precisa de dinheiro pede a seu patrão que o ajude. O patrão o desafia: se ele passar uma noite inteira no alto da montanha, receberá uma grande recompensa, mas, se não conseguir, terá que trabalhar de graça.

Ao sair da loja, viu que soprava um vento gelado, ficou com medo e resolveu perguntar ao seu melhor amigo, Aydi, se não era uma loucura fazer essa aposta.


Depois de refletir um pouco, Aydi respondeu: ’Vou lhe ajudar. Amanhã, quando estiver no alto da montanha, olhe adiante.
Eu estarei no alto da montanha vizinha, passarei a noite inteira com uma fogueira acesa para você. Olhe para o fogo, pense em nossa amizade, e isso o manterá aquecido.
Você vai conseguir, e depois eu lhe peço algo em troca.’


Ali venceu a prova, pegou o dinheiro e foi até a casa do amigo: ’Você me disse que queria um pagamento.’


Aydi respondeu: ‘Sim, mas não em dinheiro. Prometa que, se em algum momento o vento frio passar por minha vida, acenderá para mim o fogo da amizade.’




O texto é de Paulo Coelho, presente em seu blog, contendo um pouco de seu novo livro 'O Aleph', com uma singela mensagem sobre o poder de uma amizade - muito em falta no mercado ultimamente.


Ilustração:


*Friendship Small - Ken Crane.


sábado, 27 de agosto de 2011

Xapuri em imagem: Entrada do Seringal Cachoeira

Floresta nativa no Seringal Cachoeira, em Xapuri, local onde viveu Chico Mendes.

Entre as árvores, há uma castanheira (Bertholletia excelsa), também conhecida como castanha-do-brasil ou castanha-do-pará.

Devido à importância econômica para a região, tornou-se a mais famosa espécie de árvore nativa da Amazônia. Por este motivo, a árvore é protegida por lei, assim como acontece com o pau-brasil, e não pode ser derrubada em hipótese alguma.


Foto e texto:

*Entrada Seringal Cachoeira - Jurandir Lima

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Palestra do Detran na Oca Xapuri



Na última quinta-feira, 18 de agosto, foi realizada a palestra do Departamento de Trânsito do Acre oferecida aos funcionários da OCA Xapuri.

A palestra foi ministrada por Clenes Guerreiro, técnico administrativo da 5ª Ciretran, ao final do expediente, às 16h, no hall da antiga A Limitada.


Tal iniciativa é resultado dos diversificados trabalhos que o Detran faz no município que, desde 08 de fevereiro do ano em curso, passaram a ser oferecidos no espaço da Central de Atendimento ao Cidadão. Conforme a política da instituição, todos os atendentes devem saber no mínimo o básico de cada setor.


O Detran tem representado aos funcionários do local um verdadeiro desafio, tendo em vista que a maioria dos procedimentos realizados tem suas especificidades e isso tem de ser repassado ao cidadão ainda na parte de acolhimento, representando um acúmulo considerável de informação que, pela praticidade e agilidade no atendimento ao cidadão, necessita estar “na ponta da língua”. A palestra veio para esclarecer essas dúvidas, passar novidades na realização de alguns processos, falar sobre os principais serviços e dar instruções para a melhoria na qualidade do atendimento aos usuários dos serviços ligados ao trânsito do município.


A palestra durou cerca de 70 minutos e foi cheia de humor, exemplos práticos e esclarecimento de dúvidas até mesmo de ordem pessoal, devidamente anotadas nas agendas dos atendentes.


Ações como essas são comuns na organização, onde os palestrantes são os funcionários ou pessoas ligadas a áreas que são de interesse para a potencialização ou melhoria dos trabalhos.



Fotos:


*1 - Palestra - Por Alderivan;


*2 - Público - Por Manoel Vieira.