Gostava tanto de você...


Não sei porque você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar...

Você marcou na minha vida
Viveu, morreu
Na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão
Que em minha porta bate...

E eu!
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você...

Eu corro, fujo desta sombra
Em sonho vejo este passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Não quero ver prá não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você...

E eu!
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você...

(E ainda gosto...)


Essa é uma composição de Tim Maia que, neste momento, serve de homenagem à estrela Dallyanna Lima, que agora brilha em outro céu, olhando por aqueles que muito a amam ainda...

(Dinheiro nenhum no mundo paga a vida de uma pessoa... principalmente daquelas que sempre serão amadas...)

Comentários

Pietra Dolamita disse…
Lembre-se amigo, ela sempre viverá em todos que à amaram.

Postagens mais visitadas deste blog

Dia Internacional da Animação 2015