Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

Cia. Garatuja apresenta 'A Saga de Yo Bá'

Imagem
A Cia. Garatuja de Artes Cênicas apresenta em Xapuri, às 20h, no auditório da Escola Anthero Soares Bezerra 'A Saga de Yo Bá', vencedor do Prêmio Klauss Viana de Dança 2009.
Repleto de magia, luz e ao som da narração de uma índia, o espetáculo conta um pouco de um mito dos índios Kaxainauás do Rio Jordão.
A Cia. tem um trajeto artístico de 20 anos e já apresentou em diversos estados brasileiros, na Bolívia e ganhou prêmios importantes em âmbito nacional.
O espetáculo é um misto de dança, teatro e muito talento, que agrada aos olhos, enaltece a história acriana com suas raízes indígenas e possibilita ao espectador dialogar com a arte visual que se caracteriza na apresentação.

Sinopse do espetáculo - de acordo com o folder da peça

Yo Bá Nawa Tarani, brinca a beira do lago, sobe no jenipapeiro eis que vê uma cena extraordinária, seus desejos mais obscuros e carnais afloram e é encantado. Nesse novo mundo Yo passa a conviver com as cobras gigantes lá ele aprende a bebe cipó, mas Yo …

É Primavera no Museu do Xapury

Imagem
O Museu do Xapury

Museu do Xapury na 4ª Primavera de Museus

Imagem
Com o intuito de fortalecer os movimentos em rede, no âmbito dos museus, o Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM apresenta a 4ª Edição da Primavera dos Museus, que acontecerá no período de 20 a 26 de setembro, e que traz como tema Museus e Redes Sociais. Este evento mobilizador, com amplo destaque na área museológica, tem reunido, desde a sua primeira edição em 2.007, mais de 2.200 eventos espalhados pelas diversas regiões, cidades e municípios brasileiros.
Com o objetivo de promover a interação e o diálogo com as redes sociais e seus usuários, o Museu do Xapury oferece mais uma oportunidade ao público da instituição para participarem de sua vasta programação, realizada em dois dias.
O evento agrega importantes eventos culturais com Grupos de Teatro e Contação de histórias que muito tem se destacado no cenário nacional nos últimos tempos, levando nossa cultura e a luta de nosso povo aos mais diferentes lugares, se utilizando de elementos tradicionais - como a arte - e modernos …

Arte Na Ruína / Jovens de Xapuri – Arte en la Ruina / Jovenes de el Xapuri

Imagem
Arte na ruína deu mais um grande passo em sua história: Com o novo coordenador Cleilson Alves, conseguiu com o Projeto Arte na Ruína – Jovens de Xapuri, passar para semifinal do Prêmio Cultura Viva – 3ª Edição.
Foram 1.974 inscrições, de 750 de cidades brasileiras, sendo selecionados apenas 120 para semifinal, sendo o Arte na Ruína o único representante na categoria Grupo Informal do Estado do Acre. A próxima fase vão ficar 40 finalistas.
O Arte na Ruína é composto por 32 jovens, na faixa etária de 17 a 29 anos, unindo diversas manifestações artísticas, como teatro, dança, circo, música e artes plásticas.
O grupo se apresenta em uma delegacia velha e abandonada há menos de 100 m da casa de Chico Mendes e tem como teto as estrelas do céu. E emociona com a história de luta e repressão contada nas paredes do lugar.
O cenário é protegido pela fortaleza de Chico Mendes que sabiamente deixara seus portões abertos para juventude ir à busca da marcha de um mundo diferente.
O projeto também foi sel…

Xapuri em imagem

Imagem
É final da tarde no Mutirão e as múltiplas cores no céu se confundem com a beleza da vida, na pequena Xapuri.
Foto de Cildo Aquino.

Microprojetos Mais Cultura na Amazônia Legal

Imagem
Dois projetos de Xapuri são selecionadosPublicado hoje, dia 09/09, resultado do edital Microprojetos Mais Cultura na Amazônia Legal, financiado pela Fundação Nacional de Artes (Funarte), através do Ministério da Cultura.
Ao todo foram 2.706 propostas para o edital, superando as espectativas, sendo aprovados 37 projetos do Acre - dentre esses 02 são de Xapuri (01 de artes integradas, cujo proponente é Cleilson Alves da Silva, abrangendo o Grupo Arte na Ruína; e 01 de teatro/literatura/contação de histórias, da proponente Clemilsa Alves da Silva, contadora do Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri).
Segundo a Funarte, a meta inicial era atender cerca de 770 iniciativas por meio de financiamento não-reembolsável. Porém, muitos projetos não atingiram o teto de 35 salários mínimos, valor máximo estabelecido no edital. Assim, foi possível ampliar o número de beneficiados, selecionando projetos de todos os nove estados da região amazônica: 37 do Acre, 15 do Amapá, 91 do Amazon…

Encontro da Diversidade Cultural

Imagem
Somos Cultura de Xapuri
Por Cleilson Alves

Hoje é meu aniversário e estamos voltando para o Acre após virmos para o Rio de Janeiro, no último dia 04, para representar as diferentes manifestações culturais do povo amazônico, mais propriamente de Xapuri.
Do Acre fomos três representantes: Eu, representando o teatro (Arte na Ruína e Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri), REJUPAM (Rede Juvenil do Patrimônio Mundial) e Museu do Xapury; Awrá Omin, Yalorisà de Xapuri (representante de terreiros/ Religião de matriz africana (Candomblé)) - ambos de Xapuri; e Ary (Representante da Cultura Afro do Acre) - importantes nomes nos segmentos a que pertencem.
A Secretaria da Identidade e da Diversidade (SID) do Ministério da Cultura, responsável pelo evento, propiciou várias rodas de debates, socializando culturas do Brasil e discutindo temas relevantes que muito contribuirão para as políticas sociais destinadas para o real povo que vive nesse país.
Também participamos de programações parale…

Quintais Literários

Imagem
Poética do DeslumbramentoAproveitando um trabalho do Curso de Teatro da Universidade de Brasília (UnB) os atores e contadores de histórias do Grupo Fuxico e do Arte na Ruína, Clenes e Clemilsa Alves, apresentaram no espaço denominado “Quintais Literários”, idealizado pelo também ator e contador Cleilson Alves, aos fundos de sua casa – além de marcar a comemoração do Dia da Amazônia.A atividade, Poética do Deslumbramento, visava que os acadêmicos apresentassem algo que fosse resultado de algo que lhes causasse deslumbramento, representando de modo intimamente Cênico.Os artistas aproveitaram para convidar a vizinhança do Bairro Jiquiá/Pantanal, principalmente crianças e adolescentes, fazendo um sarau de poemas, poesias, esquetes que representam seu dia-a-dia, além da leitura de trechos do livro “Páginas da minha vida”, de autoria de Dallyanna Lima, falecida em 2006.Os trechos lidos ao som da canção “Assim sem você”, na voz de Adriana Calcanhoto, fez com que se emocionassem, platéia e ar…

Xapuri no Encontro da Diversidade Cultural no Rio de Janeiro

Imagem
Os dois xapurienses, Cleilson Alves (representante da REJUPAM, Museu do Xapury, Grupo Arte na Ruína e Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri) e Awrá Omin, Yalorisà de Xapuri (representante de terreiros/ Religião de matriz africana (Candomblé)), foram convidados para participar do Encontro da Diversidade Cultural, no Rio de Janeiro. O encontro acontece de 04 a 06 de setembro de 2010 e servirá de base para os debates que propõem a convivência harmônica entre os diferentes segmentos e manifestações culturais e sociais brasileiras.

A representação xapuriense, acreana e amazônica é importante para levar os fazeres culturais presentes na nossa região, levado nossas principais problemáticas, discutindo políticas públicas de melhoria e propiciem a troca de informações entre segmentos semelhantes de todo o Brasil.
No Rio, nossos representantes participarão de diversas rodas de debate, apresentações culturais e passeios turísticos pela cidade maravilhosa, além de trocar exp…

Xapuri em imagem

Imagem
Painel dos Mártires - foto de Clenes Alves.