terça-feira, 23 de setembro de 2014

Um Poema em cada árvore - em Xapuri

Em celebração ao Dia da árvore e ao início da Primavera, o Um poema em cada árvore  aconteceu em  60 cidades brasileiras nos dias 21 e 22 de setembro.

Através de uma mobilização nacional uma rede de poetas, educadores, estudantes, agentes culturais e sociais estiveram empenhados em levar a poesia aonde o povo está.


O Um poema em cada árvore é uma iniciativa de incentivo à leitura realizada mensalmente desde agosto de 2010 na cidade de Governador Valadares, Minas Gerais.


Idealizada pelo poeta Marcelo Rocha e realizada pelo Instituto Psia, a iniciativa caracteriza-se por utilizar as árvores como suporte para a leitura, pendurando mensalmente poemas de poetas desconhecidos do grande público nos oitis valadarenses.


Com a mobilização deste ano o Um poema em cada árvore chegou ao quantitativo de 131 cidades brasileiras que receberam esta ação de incentivo à leitura em seus 4 anos de existência.


Mais de 2 mil poetas já tiveram seus poemas pendurados nas árvores brasileiras através do Um poema em cada árvore.


O Um poema em cada árvore foi uma das iniciativas finalistas do Prêmio Vivaleitura 2011 e, premiação concedida pela OEI - Organização dos Estados Ibero-Americanos.

Edição 2014 – Xapuri


Em Xapuri, o Um poema em cada árvore foi realizado no dia 21 de setembro, utilizando-se, para tal, as árvores do Bairro Pantanal, da Praça São Gabriel e da entrada do Bairro Sibéria, sob a coordenação de Clenes Guerreiro, resultado de uma parceria entre a Companhia Arte na Ruína e do Grupo Fuxico de Contadores de Histórias de Xapuri.


Esta foi uma forma encontrada para construir novos espaços de fruição poética, ampliar o acesso da população à poesia e colocar o trabalho de poetas contemporâneos em contato com novos públicos – e, evidentemente, o município não poderia ficar de fora dessa inclusão poética.


Fotos:
1 - Chamada de Um poema em cada árvore - Instituto Psia;
2 - Poema exposto na Praça São Gabriel - Clenes Guerreiro.

Nenhum comentário: