sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Arte na Ruína recebe visita técnica de seleção do Prêmio Cultura Viva

Quando um grupo de 32 jovens, advindos dos mais diferentes segmentos artísticos, se reúne para mostrar, através de seus vastos talentos, que podem resistir às mazelas impostas até mesmo pelo poder público - que deveria lhes dar espaço - surge a força e a magia.
Tal encontro aconteceu dentro das fortalezas de Chico Mendes, maior inspirador, pois mesmo quando sua vida estava ameaçada não desistiu de lutar por dias melhores para si e para os seus. Agora, há menos de 100m de sua casa, dentro de uma delegacia velha, abandonada e em ruínas, tendo como teto as estrelas do céu, os jovens artistas fazem seu empate, só que, mesmo semelhante ao do tempo de Chico, é empate cultural, em favor da juventude xapuriense e da arte advinda das florestas.
Assim, em 2007, surge o Grupo Arte na Ruína, que oferece ao público local oficinas de teatro e contação de histórias, dança e movimentos corporais, música e jogos musicais, artes plásticas, além do espetáculo "O ensaio surreal do Grito Sufocado", apresentado dentro das ruínas da antiga delegacia.
Inscritos no Prêmio Cultura Viva - 3ª Edição - O Arte na Ruína passou por várias etapas e chegou na final, concorrendo entre os 40 finalistas (10 na categoria Grupo Informal), recebendo a visita técnica, podendo mostrar na prática o belo trabalho que fazem na Princesinha do Acre.
Quem veio conhecer os guerreiros artistas foi Éder Camargo, historiador, professor, consultor de projetos, visitador dessa edição do Cutlura Viva, onde pode acompanhar em, basicamente, 02 dias o trabalho dos artistas.

As oficinas -As oficinas de teatro e contação de histórias, música e jogos musicais, dança e movimentos corporais, artes plásticas acontecem geralmente entre quinta e sábado e são ministradas em espaços cedidos para os oficineiros (Museu do Xapury, Espaço Casa Branca e o próprio prédio da delegacia abandonada), ofertada a crianças, adolescentes e jovens do município; Para as oficinas são ofertadas além dos saberes artísticos, lanche para os participantes, advindos de doações de comerciantes locais e, quando não há quem doe, do próprio bolso dos artistas do grupo;

O espetáculo - O "ensaio surreal do grito sufocado" vem recebendo roupagens diferenciadas ao longo dos anos, mas permanece com o seu elenco de cerca de 25 artistas - entre músicos, atores, sonoplastas, contrarregras, maquiadores, dançarinos - e é encenado dentro da delegacia velha, entre às 19h e às 21h, a cada 15 dias, sempre na sexta-feira ou sábado;
A limpeza do espaço - A limpeza fica por conta dos próprios artistas, que não se incomodam em preservar o espaço em meio à descontruação típica do lugar, onde todos participam, com divisão das tarefas;

Novos artistas - Geralmente são recrutados novos artistas, de acordo com a necessidade, dentro das próprias oficinas minsitradas pelo Grupo, mapeando os talentos e a vontade dos participantes;

Homenagem - Entre as homenagens feitas pelo Grupo devem ser destacadas duas: a que é feita a Chico Mendes, inspirador dos jovens, por quem é cosntruído o sonho, o texto, músicas e concepção cênica; e Dallyanna Lima, jovem artista que se despediu dos palcos da vida, deixando saudades e os sonhos a serem realizados pelos amigos do Grupo - aqui, pode-se dar destaque especial à sala 'Eternamente Dallyanna', que conta com textos do livro deixado pela atriz, além da interpretação ficar por conta de pessoas que tiveram envolvimento pessoal e profissional com ela;

Sobre o Prêmio Cultura Viva - Os jovens estão ansiosos por saber o resultado, mas reconhecem que o maior prêmio já cosneguiram: conseguir fazer arte em um lugar distante, onde muitos desacreditam em seus talentos, mesmo assim sendo capazes de fazer uma intervenção, um empate cultural, baseados nos sonhos e ideais de Chico Mendes, onde ousam acreditar que dias melhores virão - e tudo isso pode ser possível por meio da arte!
O resultado final deve sair até a primeira quinzena de dezembro.

Fotos:
*1 - Arte na Ruína - Dia de apresentação - Divulgação do Grupo;
*2 - Laboratório do Grupo - Espaço Casa Branca, no dia 04/11 - Éder Camargo;
*3 - Laboratório do Grupo - Participação de Éder e Willis, no dia 04/11 - Clenes Alves;
*4 - Apresentação do "Ensaio Surreal do Grito Sufocado" - no dia 05/11 - Éder Camargo;
*5 - Limpeza do espaço - Por Clenes Alves.

Nenhum comentário: