Museu do Xapury

Xapuri, fundada no final do século XIX, passou por diversos acontecimentos marcantes durante todo o seu processo de vida cultural e social. Acontecimentos esses que tiveram grande repercussão e que fizeram a Princesinha ser reconhecida nacional e internacionalmente.

Mas, apesar da cidade guerreira ter tido esses acontecimentos marcantes que deixaram marcas profundas, não quer dizer que sua história de lutas e conquistas seja inesquecível.

Muitos dos fatos importantes que caracterizam a formação da identidade xapuriense foi se perdendo, ao longo dos anos, desaparecendo da memória coletiva das populações tradicionais.
Tudo de belo, maravilhoso, triste, foi se tornando simples relíquia, objetos de recordação e decoração das famílias xapurienses.

E foi da preocupação com essa degradação dos bens materiais, e total esquecimento dos fatos que marcam o surgimento da nossa sociedade que no dia 03 de agosto de 2005 surgiu o Museu do Xapury.

O prédio da Prefeitura Municipal de Xapuri, construído em agosto de 1927, foi escolhido para tal finalidade, destinado a abrigar os diversos objetos e painéis histórico-informativos que retratam a história do povo de Xapuri, desde seu povoamento, passando por sua Belle Èpoque – período de profunda riqueza proveniente de seu ouro: borracha e castanha, que lhe garantiu o título de Princesinha do Acre – retratando o período da Revolução Acreana, a luta do seringueiro, ambientalista e líder sindical Chico Mendes.

Quanto ao acervo é importante ressaltar que ele é formado por: painéis histórico-informativos com a história da cidade e seu povoamento, mostruários com borracha e castanha – ícones da Belle Èpoque da Princesinha do Acre – armas do período da Revolução Acreana, móveis, lustres, uma enorme diversidade de objetos representativos da exploração sobre os trabalhadores da floresta, além de uma escultura do seringueiro, líder sindical e ambientalista Chico Mendes e sua história retratada em fotografias emolduradas.

Hoje o Museu do Xapury é uma referência no que trata da história da cidade guerreira, Princesinha do Acre.

Visite o Museu do Xapury – de Terça a sexta-feira das 08:00h às 18:00; aos sábados de 08:30h às 17:30h; e aos domingos e feriados das 09:00h às 13:00h.


Nota: As postagens, a partir de agora, serão a cada 5 dias.

Fotos:
*1 – Prédio do Museu do Xapury, em janeiro de 2009 – de Caticilene Rodrigues;
*2 – Prédio da Prefeitura década de 1970 – IBGE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia Internacional da Animação 2015