A caça nos seringais

A caça é uma das atividades humanas mais antigas que se tem conhecimento, sendo a principal forma de alimentação para as populações tradicionais que moram no interior da floresta de Xapuri.

É comum os seringueiros andarem armados durante seus afazeres, pois vez ou outra topam com alguma caça e já poupam o esforço da caçada futura, levando a carne para almoço ou janta. Aliás, é comum nas refeições de café da manhã, ser consumido a carne de caça, porque os seringueiros acordam muito cedo e passam muito tempo cortando seringa em suas estradas, que em média, tem cento e cinquenta madeiras.

Para a caça são desenvolvidas algumas estratégias, em Xapuri as mais utilizadas são: as esperas, caça com cachorro e caça de rastejo. É pouco comum a utilização de armadilhas para captura de animais, porém a mais comum é a preparação da sevada, que é uma espécie de mistura de alimentos, colocado dentro do rio ou igarapé para pegar mais peixes.

A espera sempre é montada perto das “comidas” dos animais, é armada de duas formas, a primeira através da rede, que é colocada no alto das árvores, e a outra é feita através do corte de três pequenas árvores, duas com folhinhas nas pontas e uma terceira reta. A duas com forquilhas são encostadas nas árvores mais próximas das comidas e a terceira é posta sobre as duas forquilhas, armando uma espécie de “poleiro”.

A caça com cachorro é uma forma bastante utilizada, os cães perseguem a caça e “acoam” o animas, deixando-os parados, devido ao medo, facilitando assim a perseguição. O regulamento atual da RESEX – Reserva Extrativista Chico Mendes – proíbe a caça com cão, pois são nocivos aos animais da floresta por afugentarem a caça. Quando realizada é desenvolvida durante o dia e geralmente no período de chuvas, onde as folhas estão molhadas não permitindo ao caçador perceber o barulho das pisadas dos animais nas folhas secas.

A caça de rastejo é uma das mais tradicionais, a estratégia é desenvolvida através de perseguição dos rastros, seja pelo cheiro, pegadas, barulhos ou galhos retorcidos.

Muitos caçadores utilizam outras formas de preparação, como chás, que intensificam os sentidos e afastam a “panema”, banho com ervas, que impedem o cheiro comum do corpo humano, além de algumas superstições.

Outro fator importante é o conhecimento dos horários e as estações do ano que são aptas para a caçada, além do conhecimento das fases “boas” da lua – coisas importantes para garantir a boa alimentação do morador das florestas xapurienses.


Fotos:

*1 - Caça tipo "espera" - de Dhárcules Pinheiro;

*2 - Caça com cachorro - Ilustração - Autor desconhecido.

Comentários

Arnaldo disse…
É bom saber um pouco mais da história dos seringueiros e sua forma de alimentação. Mas não podemos esquecer que esse é um dos principais motivos da extinção dos animais da floresta amazônica.
Parabéns aos executores do blog.

Arnaldo
De Lisboa para Xapuri
Carlinhos disse…
Boa tarde.

A caça, quando controlada, representa importante papel na vida das famílias que moram nos seringais do ACre.
Ainda bem que a consciência do seringueiro é melhor do que a dos desalmados que caçam por maldade, não sabendo que podem acabar com algumas raças.

Até breve.
manoel disse…
A pedido do Clenes virei seguidor e leitor do blog História Multimídia.
Pedido aceito com satisfação.

Abraços e parabéns!
paulo disse…
Hoje é até proibido caçar - o que é certo mesmo - mas nada se compara a uma boa caçada.

Pena que os animais estão entrano em estinsão.
Thony Christian disse…
A caça predatória é proibida, mas é importante saber que a alimentação do seringueiro depende das caças. Ainda bem que hoje é diferente, mas é certo q a história do seringueiro é marcada por essas coisas.
Parabéns História Multimídia e sua eficiente equipe!

Thony
Mariana disse…
Ainda bem que os povos que vivem na floresta já devem ter mudado seus hábitos. Matar animais indefesos nunca foi a solução. Por isso mesmo sou vegetariana há um tempão.
Projeto/blog disse…
Olá, amigos internautas,

agradecemos as fieis visitas ao blog.
Sobre a caça nos seringais, ainda hoje é realizada mas com certo controle, ou seja, restrições legais.
A caça predatória é crime.

Novamente agradecemos as visitas, continuem postando suas valiosas opiniões, lembrando que as postagens são a cada cinco dias.

Postagens mais visitadas deste blog

Dia Internacional da Animação 2015