Gente de Xapuri

Xapuri é terra especial. É uma cidade guerreira que não feneceu sob as garras de seus inimigos e as sucessivas lutas empreendidas com o intuito principal, pode parecer, de simplesmente destruí-la, transformá-la em cinzas.

Mas, o que nenhum ser maléfico poderia contar é que Xapuri é cidade guerreira, que como a Fênix, ressurge das cinzas assim que as chamas de cada pancada é desferida sobre seu cansado seio.

E não podia ser diferente, pois terra especial somente poderia dar frutos especiais.

Gente de Xapuri é gente especial.

São homens, mulheres, crianças, jovens, velhos, negros, brancos, índios, seringueiros, artistas guerreiros do incansável palco da vida xapuriense.

Alguns nasceram em Xapuri, outros vieram do nordeste e ainda existem aqueles que descendem de pessoas oriundas da Europa e do Oriente próximo.

Tem aqueles que moram nas mais distantes florestas, outros nas mais próximas ruas da cidade.

Há aqueles que ainda são seringueiros, mas existem os que já foram um dia. Existem, ainda, os que são hoje do comércio, mas há também aqueles que um dia o foram.

Há aqueles que são personagens da vida, que trabalham, cantam, dançam, choram, riem, sofrem, vivem e sobrevivem. Enfim, gente normal, e por isso são especiais.

Gente especial que se diferencia pelo jeito de pensar, sentir e agir.

Esses seres especiais de Xapuri falam de amor, paixão, lutas, conquistas, desejos, desespero, amparo, esperança. E são tantas as palavras para destacar o que faz essa gente tão especial que não caberiam em qualquer livro – humano ou divino – mas uma coisa é certa: esses guerreiros, gente especial da cidade de Xapuri, escrevem sua história com toda a dignidade, sabedoria e brilho que só são possíveis porque são alicerçados na vida e nos sonhos de uma terra que é bem mais que uma mãe gentil.


Foto:


*Painel com fotos de Dhárcules Pinheiro - Exposição 'Referências Culturais de Xapuri' no Museu do Xapury.


Obs.: A exposição de fotos 'Referências Culturais de Xapuri' faz parte da programação da 7ª Semana Nacional de Museus e vai ficar no Museu do Xapury de 05/05 a 31/05/2009.

Comentários

Thony Christian disse…
Oi.

Gente de Xapuri é gente que luta, tem sonhos, sofre e acima de tudo faz sua história.
Novamente somos brindados com um texto altamente inspirador.
Parabéns, guerreiros.

Postagens mais visitadas deste blog

Dia Internacional da Animação 2015